Sexo bom é o aprendido – e não o natural

Enquanto o desejo sexual é natural, a forma como nós expressamos a nossa sexualidade varia de sexo instintivo apenas para ter filhos ou para sair, expressando uma intimidade carinhosa e uma sensualidade amorosa com nossos parceiros. O ato sexual é natural. Já o carinho e a intimidade sexual são aprendidos.
As pessoas veem a sexualidade de maneiras diferentes, dependendo de sua cultura, atitudes e expectativas pessoais, que são muitas vezes baseadas em experiências passadas. Infelizmente, muitos são expostos a uma experiência sexual negativa na infância, o que inibe bastante uma sexualidade positiva e uma experiência sexual centrada  no parceiro. Mas, muitas vezes, nós ficamos na defensiva e resistentes a aprender novas atitudes sexuais.
O casal que se ama está disposto a aprender e reaprender constantemente cada prazer sexual do outro por experimentação e deseja, com sinceridade, agradar ao outro. Mas poucos casais tem tempo para ter discussões francas sobre a sua sexualidade. O resultado são anos de repetição de uma rotina sexual que muitas vezes se torna chata. Nosso desejo sexual é natural, mas devemos aprender como casais para mantê-lo interessante, criativo e gratificante.
Problemas sexuais podem se transformar em problemas de relacionamento muito mais amplos. As mulheres com baixo desejo sexual podem ter que lidar com um homem sexualmente “depravado” ou vice-versa. Um parceiro pode insistir com o outro por mais sexo e isso pode distanciá-los. Frequentemente o parceiro com um baixo desejo sexual reconhece o problema, corrigir ou discutir sem se sentir mal. Às vezes, apenas discutir honestamente o problema pode aliviar muita tensão, aproximá-los emocionalmente e iniciar o processo de resolução.
Às vezes proporcionar prazer a si mesmo é uma solução parcial. Kinsey (1990) revela que 94% dos homens e 70% das mulheres admitem que se masturbam para ter orgasmo. Outro estudo mostra que 66% dos homens e 46% das mulheres na faixa dos 50 anos se masturbam regularmente.
A maioria dos casais se masturbam para aliviar a tensão, diminuir as demandas sexuais de um seu parceiro com baixo desejo sexual e isso pode aliviar o desejo sexual quando seu parceiro está indisponível. A masturbação também pode lhe dar uma sensação de “estar no controle de sua própria satisfação sexual”, sem ter que depender sempre de seu parceiro.
 
Tradução realizada pelo blog “Cristã, sim; gostosa e liberal, também!”, a partir de: Liberated Christians - http://www.libchrist.com/sexed/leaned.html
 
Flag Counter
 
Comments